quarta-feira, abril 13, 2016

Desamores I

" Ela acordou com uma mensagem que dizia: Ao fim de mais 30 anos percebi que este acidente nos uniu, foste sempre tu a destinada a mim, todos sabem, acho que te amo"... Ela sabia que era verdade mas respondeu: Se assim é, estamos na mesma cama, acende a luz, olha-me nos olhos e diz-me isso. Está na hora de deixar de ser a certa e passar a ser a certeza" . No dia seguinte, ela acordou com ele a dizer a um amigo da mesma época que desde sempre era ela quem o compreendia e que o acidente havia despertado nele os sentimentos todos no coração dele.

Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

2 comentários:

  1. Hummmm.. senti um mistério no ar.... uma mensagem cifrada???
    Beijos amiga!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cifrada, saída de uma história minha paralela que só aconteceu na terra dos ses.

      Eliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.