Absorve-me mas em várias fracções

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Se não é do frio , é do calor

Hoje, vendo uma fila enorme de carros, ao fundo vejo uma cabine de camião, supostamente a andar para trás.
Liguei à GNR a dizer que estava um camião em sentido contrário na rua tal e que tinham que vir ver aquilo.
A fila  foi avançando e deparo-me com uma cabine de camião a ser rebocada (daí a sensação que o camião estava a andar para trás) e ligo novamente à GNR: "Olhe , fui eu quem ligou há pouco, não ligue, aquilo é uma cabine de camião a ser rebocada e há aqui uma obra, não ligue se não é do frio é do calor...
Oh pá que figurinhas

Pink Poison(ver ©COPYRIGHT)

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Não quero medidas

Se a vida se vive por medidas, por tempos, por coerências imaginárias de idades e emoções medidas em unidades de tempo eu não quero.
Quero uma vida sem que tenhamos que nos conter , sem que me tapem a boca , sem tanta homofobia, sem tanto bullying, sem tanta criminalidade.
Não inventem curas onde não existe, punam , na justiça, quem comete crimes mas deixem fluir. Não encham de carimbos da sociedade, nem tentem fazer o mesmo a quem vos rodeia...
Na verdade já disse e repito,nascemos todos iguais mas não morremos todos iguais, alguns saem da cepa torta ou tentam lutar uma vida. Outro, encostados a dinheiro, status, a regras, apenas vão morrer porque deixaram de respirar e cheios de m**** na cabeça, cheios de visões dantescas da opinião dos outros, do que os outros vão dizer.





Pink Poison(ver ©COPYRIGHT)

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Não vermos alguém durante muito tempo , dá nisto...

Outro toque

Por entre tantas palavras trocadas eu aconcheguei-me. Por entre mil toques necessários, outros surgiram, perdemos a vergonha, olhámos um para o outro... Admitimos fraquezas, desejos, sonhos, frustrações... Como isso acabou em mim perdida no teu corpo, eu sei, como tu te sentiste bem comigo, também tu sabes. Deixámos o que nos unia diariamente e vestimos outros papéis, despimo-nos de tabus e regras socialmente impostos. E fomos, nós, um para o outro, sem julgamentos, sem tempo contado e plenos. Tu,o que tens a boca recortada, que me deixaste entrar numa zona que não era para mim mas passou a ser.
Vimo-nos com outros olhos, sentimo-nos com outro toque ...



Pink Poison(ver ©COPYRIGHT)

domingo, 12 de janeiro de 2020

Sexualmente falando

Tive uma vida sexual, até à data, plena. Passei por várias fases, a melhor, devido a factores que prefiro guardar para mim, foi entre os 24 e os 30.
Na imaginação, quando desejava estar com alguém , escrevia ao pormenor tudo à pessoa e imaginava todos os detalhes...
       Portanto agradeço ao anónimo que me deixa descrições exactas de cenas sexuais, com uma linguagem que não chega a ser sexualmente excitante mas sim ordinária, que estou bem resolvida e muito informada nesse aspecto. Se  conhece a minha vida (engana-se quanto ao carro)  sabe que sei bem o que faço e gosto que me ensinem mas quem me ensina tem que ter nome, cara, saber falar e ser educado.





Pink Poison(ver ©COPYRIGHT)

Morreu a fazer o que gosta

Mais um atleta que levava o nome de Portugal par aoutros países. Um desporto perigoso, uma aventura, a adrenalina.
Que descanse em paz, que a família tenha algum conforto nestas horas. 
Obrigada Paulo Gonçalves



Pink Poison(ver ©COPYRIGHT)

sábado, 11 de janeiro de 2020

Come-me!

Gosto de ti.
Ao ponto de me vendares os olhos e também os pensamentos.
Entrego-me de uma forma incondiconal. Acredito que não confio em ti plenamente mas o rico que corro, é o mais excitante. Não me beijes, murmura-me o qu epensas, o que me fazes, deixa-me ouvir a tua respiração e sentir a ponta da tua língua.
Em suma, come-me!





Pink Poison(ver ©COPYRIGHT)

sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Estou confortável em ti

Existem clichés, que, de tão bons, não passam de moda. Vi-me enroscada no sofá a ver um filme contigo, pouco a pouco o teu corpo procurava conforto no meu e acabámos por estar muito confortáveis um no outro. Daquele silêncio entre nós, quebrado pelo som da televisão,  apenas posso dizer que era confortável, tão confortável como tu.
Da carência dos dois gerou-se carinho, do toque físico geraram-se abraços , da nossa cumplicidade veio a conclusão que seriámos tão melhores de um para o outro, se por esses mimos nos ficássemos.
Por agora , concordo.



Pink Poison(ver ©COPYRIGHT)

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Leis que acalmam


Na Índia, são ensinadas quatro leis da espiritualidade:

( Palavras que acalmam a alma, facebook))

A primeira diz: A pessoa que vem é a pessoa certa.
Ninguém entra em nossas vidas por acaso. Todas as pessoas ao nosso redor, interagindo conosco, têm algo para nos fazer aprender e evoluir em cada situação.

A segunda lei diz: Aconteceu a única coisa que poderia ter acontecido.
Nada, absolutamente nada do que acontece em nossas vidas poderia ter sido de outra forma. Mesmo o menor detalhe. Não há nenhum “se eu tivesse feito tal coisa…” Ou “aconteceu que um outro..."
Não. O que aconteceu foi tudo o que deveria ter acontecido, e foi para aprendermos a lição e seguirmos em frente. Todas e cada uma das situações que acontecem em nossas vidas são perfeitas.

A terceira diz: Toda vez que iniciares algo é o momento certo.
Tudo começa na hora certa, nem antes, nem depois. Quando estamos prontos para iniciar algo novo em nossas vidas, é que as coisas acontecem.

E a quarta e última afirma: Quando algo termina, termina.
Simplesmente assim. Se algo acabou em nossas vidas, é para a nossa evolução. Por isso, é melhor sair, ir em frente e enriquecer-se com a experiência. Não é por acaso que você está lendo este texto agora. Se ele veio à sua vida hoje, é porque estava preparado(a) para entender que nenhum floco de neve cai no lugar errado!


domingo, 5 de janeiro de 2020

Somos o que fazemos pá!!!

Há quantos séculos é suposto fazermos algo para melhorar a sociedade, com pequenos gestos? Imensos.
Dar prioridade ao carro que já está metade na estrada, ajudar velhotas a "voar" numa passadeira... E todos esses clichés... (mas não abusem, caso contrário, "acusam-vos " de ser PAN, como se fosse uma modernice sem piada...)
pergunta: Nas redes sociais, num blogue podemos fazer o mesmo, certo?
Então não me venham com resoluções de ano novo, que é só uma data que muda, como todos os dias à meia-noite, muda a data.
Mudem as pessoas.
Mudem o que escrevem.
Mudem o que transmitem.
Se quiserem, desde que não façam merda e depois digam que os outros devem  melhorar...


Pink Poison(ver ©COPYRIGHT)