sábado, julho 23, 2011

Um mundo

Raise your hands!!!
Assim se entra num mundo onde o limite é o sorriso e o esforço físico, onde a força  idolatrada é um simples rapaz mais novo que eu, que move montanhas. Move a minha montanha, move o meu coração, arrepia-me, faz-me ir longe. Chegar, desta vez, sozinha ao Monte Olimpo, imaginar que ali, estou protegida dos probelmas do mundo; que aliás é só um:´´e ser habitado pelo ser humano. O violino que me ataca as entranhas, a vontade de rasgar tudo e gritar que sim, ali sou livre, ali sou eu, ali salto, ali não preciso tertécnica ou precisão para a adrenalina subir e subir... Basta sentir a linguagem universal que é a música, basta, ter-me a mim, pois estou na minha melhor companhia, eu... Sou eu, eu, aquela que volta aos 18, aos 10, aos 16 anos com facilidade... Porque esta batida, sempre me vai mover.  
Let me see you jump, diz ele para o público em estado total de loucura... Saudável, não sei, eu estou ali para me alienar...



EU, NÃO PAREÇO, EU SOU.

3 comentários:

  1. um mundo que todos procuramos...
    um mundo pelo qual lutamos...
    um mundo pelo qual não desistimos da vida...
    um mundo...
    um mundo de felicidade que está na palma da nossa mão mas que nem sempre o conseguimos segurar...

    beijinho lindo**

    ResponderEliminar
  2. http://www.youtube.com/watch?v=Sh0UN0OdYtA

    É esse o espírito ....bom fim de semana !

    ResponderEliminar
  3. estar ali no meio.. mas que pedra de som.

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.