quarta-feira, julho 20, 2011

Gemidos, cheiros e tactos

Hoje o teu beijo vai saber a ti.
Hoje a tua língua vai ser caxemira.
Hoje o nosso suor vai ser canela.
Os nossos beijos vão ser brisas quentes, o roçar dos nossos corpos, cheiro a terra molhada.
O som do nosso amor será um arfar que lembra magnólia. Os teus ombros vão saber a papaya doce e no fim, o nosso sabor, o nosso cheiro, valerá tudo...



EU, NÃO PAREÇO, EU SOU.

5 comentários:

  1. A menina está inspirada e inspira quem a lê :D
    Gostei. Curto e intenso!

    Beijoooo
    Pukas

    ResponderEliminar
  2. Tacto e olfacto são dos sentidos mais fortes.Gostei :)

    Obrigada pelo miminho...
    Beijo*

    ResponderEliminar
  3. Muito bom, quando os sentidos se apuram para o prazer! :)

    ResponderEliminar
  4. que seja tudo isso e muito mais!


    beijo

    -___-

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.