sábado, julho 09, 2011

Palavras Sábias


Encontro, algures na minha natureza, alguma coisa que me diz que não há nada no mundo que seja desprovido de sentido, e muito menos o sofrimento. Essa qualquer coisa, escondida no mais fundo de mim, como um tesouro num campo, é a humildade. É a última coisa que me resta, e a melhor (…). Ela veio-me de dentro de mim mesmo e sei que veio no bom momento. Não teria podido vir mais cedo nem mais tarde. Se alguém me tivesse falada dela, tê-la-ia rejeitado. Se ma tivessem oferecido, tê-la-ia rejeitado (…). É a única coisa que contém os elementos da vida, de uma vida nova (…). Entre todas as coisas ela é a mais estranha (…). É somente quando perdemos todas as coisas que sabemos que a possuímos.
(Oscar Wilde, in “De Profundis”)

EU, NÃO PAREÇO, EU SOU.

3 comentários:

  1. Um dos melhores livros que li, até hoje.

    ResponderEliminar
  2. Pink...
    Texto lindo este e necessário para todos nós que não temos ainda essa consciência presente, esse sentimento necessidade que ao fim ao cabo só nos pode vir ajudar e identificar-mo-nos conosco próprios!
    Continuo a GHOSTar muito deste blog!
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Alguém que sabia muito..que viveu sempre no máximo das suas potencialidades!


    beijo

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.