segunda-feira, julho 11, 2011

Eu fui usada

As minhas energias, a minha ansiedade da espera, a minha esperança de me divertir, o meu tempo...
Bebi agora o que comprei para ti... Usaste-me sim. Sou um penso rápido. Não voltas sequer a olhar para a minha rua, muito menos ter o meu nome na tua agenda daquela merda de telefone que serve para enfeitar...
Tu usaste-me.
Prometeste a data chave...
Estás um farrapo, uma vergonha, um NOJO!

EU, NÃO PAREÇO, EU SOU.

7 comentários:

  1. Tu és muito forte mulher!
    Cabeça para cima!

    :) Beijo Pukas

    ResponderEliminar
  2. Podia perfeitamente, mas é que podia mesmo, ter sido eu a escrever estas palavras!...

    Tu és grande! Vais passar por cima disso a brincar ;))

    ResponderEliminar
  3. É isso mesmo! Dar a volta por cima e desprezar quem te magoou! :)

    ResponderEliminar
  4. isso de chaves deve ser parente de S.Pedro...parece que só às chaves aos amigos e às cunhas...


    beijo

    ResponderEliminar
  5. Caga em gente que não te merece miuda ;D

    ResponderEliminar
  6. Vim espreitar-te... e fiquei triste ao ler este post :(

    Beijo!

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.