terça-feira, 12 de julho de 2011

Cortar e saborear

Vou cortar-me, observar o sangue, linda paisagem.
Vou saber que afinal estou viva.
EU, NÃO PAREÇO, EU SOU.

9 comentários:

  1. Oh Pink... deixa-te de ideias... Cicatrizes dessas ninguém quer recordar. abre pisca põe a melhor mudança e ultrapassa ;)

    ResponderEliminar
  2. tem alturas que parece a única forma de sentir a vida...


    «Hoje acordei sem silêncio no peito. Deixei queimar a pele no duche para me certificar que existia.» Olga Roriz

    ResponderEliminar
  3. Anónimo7/12/2011

    pede antes para te morderem!!!

    beijo

    ResponderEliminar
  4. E servirá isso para alguma coisa?

    ResponderEliminar
  5. El calor de la sangre nos hermana con el centro de la tierra.

    Un gran saludo.

    ResponderEliminar
  6. Ui!!! Cuidado! Não precisas sofrer para saber isso! Jameson on the rocks e isso passa! :p

    Tens um selo no meu blog!

    Beijo gordo****

    ResponderEliminar
  7. concordo com o Lost e Gaja.
    Amobs com opcoes muito mais interessantes.
    Moé pariga?
    vá, meta algo pela goela abaixo que altere essa disposicao que nao gosto
    abraco em ti, memso que ardas em febre, hot hot hot

    ResponderEliminar
  8. ok, ok, foi uma parvoíce

    ResponderEliminar

Enriquece a minha pessoa com o teu comentário. Se vens criticar: não mudas em nada a minha postura... bem talvez me ria um pouco. Quem vem por bem, que escreva e se sinta em casa... Pink