terça-feira, maio 31, 2016

Prazer de amante


Imagem minha sem permissão para partilhas de qualquer tipo   
Prazer de amante, é a fuga, é a rapidez é a falta de lucidez. Certo ou errado, a vontade de te saborear, de os meus lábios tocarem todos os centímetros da tua pele, é mais forte. Mais forte que tudo. Estás aí? Eu, aqui, te espero, de lábios rosados, pele quente a arder por ti. Rende-te a esse ímpeto e apanha o vento em minha direcção.
 Não deixes que nada estrague o momento, a dita eternidade que dura o tempo que durar, a pureza do desejo, o pecado do prazer que um amante dá.
De corpo e alma, no nosso eterno, no nosso momento, no nosso abraço, no nosso cheiro que se funde um no outro. Beija-me, do pescoço, aos pés, passa as tuas mãos em mim, em todo o sítio proibido que tem saudades de ti.
És tu, que me dás a incondicionalidade pouco duradoura e tão explorada do momento do prazer máximo.



Sou o que quiseres... quando eu quiser.

13 comentários:

  1. Belo texto. Desejo e sedução sobre pensamentos.

    Obrigada pela sua simpática visita.

    Beijoos
    Anjinha Sexy

    Prazeres e Carinhos Sexuais

    ResponderEliminar
  2. Uma amante ou um amante tem tanto de luxuriante como de perigoso.
    Mas a verdade é que se calhar todo o ser humano gosta da adrenalina do risco

    Bjuuuuu

    ResponderEliminar
  3. Puro tesão! Ótimas letras Pink. Adorei! Sua imagem uhh, um mistério delirante.
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada sublime, os seus poemas são de uma carga emotiva forte também... Beijos

      Eliminar
    2. A sensualidade das palavras é o elixir do amor.

      Eliminar
    3. É bom ler-te, andas caladito...

      Eliminar
  4. Belas palavras e sempre sentidas,que eu sei,e uma foto que,como sempre,transpira sensualidade.

    Beijo grande amiga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada amigo, estou a dever-te uma visita, beijinhos

      Eliminar
  5. Tem estado um tempo frio, mas hoje aqueceu. Já percebi porquê...

    ResponderEliminar
  6. Amei a mensagem "Imagem minha sem permissão para partilhas de qualquer tipo". Mas eu adorava que um dia partilhasses comigo esse divinal corpinho que me dá imenso tesão e me deixa o caralho à beira de um ataque de nervos...

    (peço-te que não publiques este comentário, pois não quero criar qualquer tipo de conflito entre ti e o teu marido)

    Beijo doce!

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.