segunda-feira, maio 23, 2016

Os poetas amam

Poetas que amam.
 Expressam o amor de forma intensa, sugam as nossas pupilas para lermos os
seus sentimentos.
 O amor de um poeta é expressado como a Natureza; surge, é descrito como algo da ALMA, puro e sincero... Assim como um Bob Dylan sem qualquer pretensão em ter a voz perfeita canta "lay lady lay", como os dj's improvisam numa rave, a vida sente-se no outro, não há fronteiras para nos expressarmos
 Porque amam os poetas? Porque todos amamos mas os poetas, esses, catalogados como viciados em ópio, sexo, suicidas, "esquisitos"... Esses, são os que não temem expressar-se...
Sou o que quiseres... quando eu quiser.

7 comentários:

  1. Então somos eternas poetas... Não me importo nada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem eu e nem quero saber o que pensam disso. Enquanto somos livres, há quem seja prisioneiro do ódio e escárnio.

      Eliminar
    2. A "miúda" tem razão, somos poetisas 😉

      Eliminar
  2. Gostei da homenagem, mesmo sendo um poeta simples e humilde....!!!
    Mas não acho ninguém para me amar!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Antes criar do que gozar com património cultural

      Eliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.