sábado, maio 14, 2016

Olha eu... Olaaaaaaa

Camisa de noite em tule com decote traçado da Intimissimi (tem alguns anos)
Esta imagem está protegida por Copyright, não pode ser partilhada


Sou o que quiseres... quando eu quiser.

21 comentários:

  1. Uma palavra: FASCINANTE

    Bjuuuuuu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acho que serás, essa tua foto a olhar para o grandioso oceano, torna-te misterioso. Beijo no céu da boca!

      Eliminar
  2. Olha que pena... e eu que estava a pensar divulgar a imagem em todas as redes sociais... eheheh

    ResponderEliminar
  3. Bela imagem, sedutora! ;-)

    Anjinha Sexy
    Beijoos

    http://prazeresecarinhossexuais.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apesar da papada, há sempre quem goste. Obrigada querida. Beijinhos

      Eliminar
  4. "Isso não é imagem
    Isso é miragem...
    É uma verdadeira viagem
    Pensar nela é libertinagem.

    Isso não é imagem.
    É, da tempestade, a estiagem.
    É, do sexo, a própria linguagem
    É, da luxúria, a roupagem..."

    Beijos... coisa linda!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes pensar em mim e que seja libertinagem, o mundo sem ela não teria piada alguma!!!
      beijos meu amigo

      Eliminar
  5. Vim aqui de novo ver essa estátua de maravilha...
    Essa moça existe mesmo ou é imaginação minha????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não te iludas, meu cheiro existe e minha pele chama por ti

      Eliminar
  6. Pura sedução! És linda!
    Seria tão fácil apaixonar-me por ti.
    Vou guardar-te nos meus mais belos sonhos.
    beijo-te.

    ResponderEliminar
  7. Obrigada, já sou casada, tenho paixão, amor, amizade na minha relação e zero ciúmes senão estas fotos não estariam aqui. Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Adoro camisinhas de noite. É uma perdição.
    beijinho meu

    ResponderEliminar
  9. Olá Margarida, também gosto muito, tenho várias e compro nos sítios mais inusitados, veja um catálogo da Avon por exemplo... beijinho

    ResponderEliminar
  10. Perdi a única oportunidade. Fui burro! Mas jamais te esquecerei!

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.