segunda-feira, fevereiro 07, 2011

Um dia... PIMBA!

Verídico, aconteceu onde a minha avó nasceu.
Todos os dias o Sr. "X", saía de casa e dizia: "É hoje que eu me enforco numa árvore!", a esposa, todos os dias ouvia, provavelmente sentiu ansiedade, depois tristeza e agora já estava saturada. Um desses dias, depois de o sr. ter proferido a frase, ela disse: " Olha, toma lá a corda que eu já pouco me interessa!".
Atirou-lhe, simbolicamente digo eu, um cordel de coser sacas de alfarroba...
Nesse dia, o senhor enforcou-se.
NUNCA IGNOREM UM PEDIDO DE AJUDA.
NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!

8 comentários:

  1. Mas minha amiga a paciência também tem limites, certo?!

    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  2. Adorei principalmente a última frase:
    Não sou superior, supero-me.
    É o que eu faço todos os dias, tento superar-me, pena que não façam todos o mesmo e andem cá não para aprender mas, sim para desaprender. Já um dia, há longo anos, escrevi sobre o tema. Há pessoas que nos enviam mensagens diárias de estarem perdidas e nós ignoramo-las. Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Browneyes: a última frase é o meu lema em todos os posts... Acho que muita gente só depois de ver alguém morto é que diria: Pois, é uma tragédia, eu aé podia ter coiso s tal, percebes?
    Esta é a minha mensagem..~.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Não se pode ignorar um pedido de ajuda...
    No entanto, o cântaro tantas vezes vai à fonte....
    Acima de tudo mais do que ajudar quando é feito o pedido de ajuda, é estar ao lado, dar a mão....
    Ouvir, entender ou tentar fazê-lo...
    As vezes é mais importante do que o pedido em si. bjo

    ResponderEliminar
  5. Que tristeza... o que falta nas pessoas é sempre aquele 0,01% de coragem... e ao darem-lhe uma "corda" para as mãos conseguiu encontrá-la... :-(

    Obrigada pela tua visita ao meu blogue!

    Bjs super doces***

    ResponderEliminar
  6. Credo!
    Acho que nunca mais foi a mesma depois disso!

    ResponderEliminar
  7. Ele portou-se um bocado mal, como o Pedro com o Lobo. Nem sempre é fácil perceber quando as pessoas falam verdade, principalmente quando mentem reiteradamente. e se a mulher fez isso, é porque provavelmente era uma das causas da infelicidade dele e muito dificilmente o poderia ajudar.

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.