quinta-feira, fevereiro 24, 2011

Porque sim, porque eu

Eu não acredito em homens que "tomam conta" de mulheres... Eu tomo conta de mim, Eu sei proteger-me, eu quero um homem para me amar, sexo e companhia mas tomar conta, proteccionismo? Não, obrigada e muito menos rotinas.
Porque eu acredito que quem ama não tem que ser obrigatorimente amado, porque acredito que a cumplicidade nada tem que ver com viagens, dinheiro, riqueza (especialmente a imaginária), eu sou crente nos sentimentos, o meu defeito é que sou crente nos maus sentimentos também. Se o bem existe, existe o oposto... Tudo tem um oposto.
NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!

7 comentários:

  1. Concordo com quase tudo menos quando dizes que quem ama não tem que ser obrigatoriamente amado. Não tem mas se não é não pode haver um casal. Viver com alguém sem amor é impossível, para mim. Realmente todos devemos tomar conta de nós, quem melhor para o fazer?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. A rotina desgasta as relações...
    E riqueza nunca foi sinal de felicidade ou armonia.

    ResponderEliminar
  3. Brown: não me referia a um contexto de casal mas sim a um amor, unicamente amar... : Beijo

    ResponderEliminar
  4. Petra: riqueza, está dentro de nós, o resto é merda!

    ResponderEliminar
  5. Concordo, concordo!

    Quero um Homem para tudo isso, agora proteger não. Consigo perfeitamente tomar conta de mim!

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.