quinta-feira, janeiro 27, 2011

As paredes

Quando alguém nos diz:

"pára de bater com os cornos nessa parede e contorna-a"
SOU CONTRA.
As paredes aka problemas, não se contornam, destroem-se.
Ontem uma das minhas paredes levou mais um tijolo, alguém pôs lá mais um tijolo, e eu agora não estou muito decidida a derrubar a mesma ou manter ali, sossegadinha e segura até que se façam os acabamentos.


NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!

7 comentários:

  1. Quando queremos passar uma parede temos de encontrar uma abertura, uma porta (fácil) ou uma janela (menos fácil)... se deitamos a parede abaixo, matamos a sua essência!

    Bjo :)

    ResponderEliminar
  2. E se valer o esforço dos acabemntos?

    ResponderEliminar
  3. Derruba-a... sem te magoares ;D

    Bjs doces***

    ResponderEliminar
  4. Teddy, não quero janelas mas sim, a ess~encia da parede... Talvez seja melhor pensar como sendo a essência a raíz de um problema... :)

    ResponderEliminar
  5. Paula: ela magoa erguida e derrubada... (Bem vinda) Beijoca

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.