domingo, março 27, 2011

Nota breve

Quando se diz: "Olha, qualquer coisa, já sabes"...
Eu, não acredito.
mas quando sou eu a dizer, é porque sejam 9h da manhã, sejam 4h da madrugada, eu vou ajudar quem merece e precisa de mim. E claro, de boa vontade, pois de má vontade, nada faço. Há algum problema em tratar bem os outros?

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

12 comentários:

  1. :)
    acredito em ti pois sou igual...
    quando me dizem isso, nao acredito mas quando sou eu a dize-lo e para ser levado a serio, para usar e abusar pois o farei de boa vontade **

    ResponderEliminar
  2. Wow... Adorei a atitude :)

    ResponderEliminar
  3. Só nos faz mal quem nós permitimos que nos faça mal.

    ResponderEliminar
  4. Depende de quem nos diga... Mas claro que tendemos a estar mais certo do que afirmamos.

    ResponderEliminar
  5. Sou como tu... e nem consigo ser de outra forma!

    Bjs doces na minha Pink!

    ResponderEliminar
  6. Também penso assim, por aqueles que estão dentro do meu mundo, faço tudo por eles, agora os outros (os conhecidos)... Não me lixem não faço favores a ninguém...

    E depois é mesmo isso, a bem levam tudo de bem de mim, a mal... Ui... eu sou a pessoa mais teimosa que eu conheço =)

    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Se todos fossem assim... :)
    Sou como tu, estou disponível para estender a mão, mas tenho dúvidas quando dizem o mesmo de mim. mas lá está, há sempre excepções à regra :)
    ****

    ResponderEliminar
  8. Já percebi que aqui sofremos do mesmo mal: somos vítimas por vezes de uma prática chamada "filha da putice"... Um beijo a todos

    ResponderEliminar
  9. Quantas pessoas conheces assim?

    Cada um acha-se assim... Ou mesmo que não se ache, diz-se assim... Eu vejo aqui, nestes comentários, uma pessoa dessas. Bla, Bla, Bla mas a realidade é bem diferente...

    Enfim...

    Bj ou 2 ou 3

    ResponderEliminar
  10. Miguel, quem? Quem for é imediatamente banido, não quero gente falsa aqui.

    ResponderEliminar
  11. Ora Pink...

    São outras guerras e nem sequer está directamente relacionado comigo. Mas quem faz aos outros pode sempre, um dia, fazer a mim.

    O engraçado aqui foi a facilidade com que se apanha um coxo...

    O mundo vive uma era de egoismo que está mais que debatida e aceite. Mesmo assim cada um de nós acha-se o máximo, muito solidário, muito amigo, capaz disto e daquilo...
    Tretas!
    Todos temos as nossas falhas, todos temos momentos - até na nossa boa fé - que não nos apercebemos que nos pedem ajuda ou que alguém está com dificuldades... Não somos perfeitos. Acontece.
    As pessoas não deixam de ser boas porque erram uma vez de vez em quando, tal como não passam a ser seres excepcionais porque ajudaram uma vez ou duas. Nós somos o que fazemos consistentemente e a esmagadora maioria de nós somos normais: nem bons, nem maus.

    Agora, quando as pessoas fazem mal de proposito, perseguem outras... e ainda acham que são uns santos e fantásticas... A mim já me parece demais!

    ResponderEliminar
  12. Pois é, também não acredito e tento evitar precisar de alguém. Porque será? Porque deixei de confiar nas pessoas e sei que muita gente vai com vontade de não ir e isso para mim é pior que dizer que não. Eu se digo vou, vou com vontade porque se não tiver vontade digo logo que não, sem rodeios.

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.