domingo, março 13, 2011

Atrofio

Estás com uma overdose de regras sociais... Vem até mim... Esquece as regras e impôe à tua boca que ponha cá fora tudo o que é anti-social... Aqui, perto de mim, ninguém te critica. As pessoas certinhas são ridículas, tudo o que é bom demais, é desconcertante no sentido negativo da palavra. Impõe apenas aquilo que sentes e verás os resultados.

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

14 comentários:

  1. Tb atofio muito com as pessoas ditas "certinhas", faz-me confusão

    ResponderEliminar
  2. Assim é que é! Sinceridade acima de tudo!

    BOA SORTE :D

    ResponderEliminar
  3. Sérgio, certinhas são as linahs de um caderno, o resto...

    ResponderEliminar
  4. Boa sorte paula?
    Para?
    Sempre sincera, aqui deste meu "monitor", tu percebes LOL

    ResponderEliminar
  5. Isto de seguir as regras do socialmente correcto é muito bonito,mas elas devem ser quebradas.

    ResponderEliminar
  6. Tudo que é certinho de mais, perde a piada, perde a própria certeza que tanto procura.
    Tudo que é demasiado certo, torna-se perturbado.
    Acima de tudo manter o equilíbrio, mas desnortear as vezes também faz bem...

    ResponderEliminar
  7. Tá-me a parecer que me deste a inspiração para um post, mas só faço amanhã.
    Agora é a hora do vitinho.

    ResponderEliminar
  8. Overdose de regras sociais... Ui! É o mal de muita gente. E regra geral de gente hipócrita!


    ;))

    ResponderEliminar
  9. A itensidade deste blog coladinhas-sê na minha pele

    ResponderEliminar
  10. As regras são fundamentais exactamente por isso, para poderem ser quebradas e darem outro sabor à vida.
    Se algumas pessoas não o fazem, perdem imenso, mas é deixa-las andar a ver se um dia se permitem viver, porque dentro de regras vai-se (sobre)vivendo...
    beijoo

    ResponderEliminar
  11. verdade pink:) concordo em absoluto.
    bjs

    ResponderEliminar
  12. Eu tenho alguma paciência e até consigo ser certinha mas, quando pisam o risco, melhor fugir.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. O óptimo é inimigo do bom.
    Beijo e kandandos meus.

    ResponderEliminar
  14. Sorte??? we all need luck!

    Claro que te entendo sua doida!!!

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.