quinta-feira, março 17, 2016

Das escolhas

Quando nos queixamos da vida e dizemos: "Ah, se me saísse o euro milhões, eu fazia e acontecia" , "os ricos é que sabem o que é viver"... Pensem, trocariam, a vossa experiência de vida, as vossas histórias, tão vossas, os vossos desgostos, amores, afectos, desamores... por outra história qualquer? 
Eu , não. Nem digo que mudaria algo, porque só agora tenho a maturidade que precisei em tempos e faço questão de viver com a idade que tenho, não vivo como uma criança de 8 anos e sei o que podia ter melhorado para hoje estar melhor.
Mas não trocaria as minhas escolhas e aprendizagens por mais nenhuma, até porque estamos cá para trocar experiências e aprender uns com os outros...

O poder da Natureza é infinito. Eu sou Natural...

12 comentários:

  1. Lindo o texto Pink Poison...
    Lindo o texto.... faço - literalmente - de tuas palavras, as minhas....
    Sou a soma de meus sucessos, meus fracasso e minhas escolhas.... que eu saiba viver bem com meus erros (muitos!!) e acertos!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tomamos decisões e o meu pai um dia disse-me: a decisão que tomas, é a certa, caso contrário, tomarias outra. Depois acarretas com as consequências... A vida é isto, escolher e levar com as consequências e nunca fugir delas. Beijos amigo, hoje vou aos correios :P

      Eliminar
  2. Boa tarde, sendo eu natural, naturalmente penso que não sou o dono da razão nem o dono da sabedoria, como tal, não sei, nem nunca saberei se as minha opções de vida foram as melhores, isto porque, o tempo não para, temos que correr junto ao tempo ao ritmo que ele impõe, nesta correria estamos sempre sujeitos ao inesperado que vai ditar se as opções tomadas foram ou não as melhores.
    Espero a sua simpática visita na minha pagina de fotografia amadora, vá lá...não custa nada, apareça.
    Resto de dia feliz,
    AG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. AG, já fui à sua página e tornei-me sua seguidora, quanto às escolhas, discordo da sua opinião e sigo a do meu pai, foram as certas, porque foram as que eu tomei e acarreto com as consequências... Dia feliz para si também

      Eliminar
    2. Desculpe, só à pouco abri o blog e reparei que lá esteve, seja bem vinda e obrigado por se tornar seguidora do blog, bem...agora lá falta o seu comentário natural, não tive nem tenho intenção de a influenciar (nem você iria consentir e muito bem) seja no que for, assim como, ainda bem que temos opiniões diferentes, significa que é perfeito, mal de nós quando encontramos alguém que está sempre de acordo.
      AG

      Eliminar
    3. AG, não gosto da sua CONSTANTE referência à palavra natural que uso no final de cada post, a frase é minha tal como a anterior.

      Eliminar
  3. Também me considero natural mas a verdade é que existem tantas coisas boas que se me saísse o euro-milhões eu não desdenharia.. Passear por Nova Yorke, visitar as Maldivas, Miami, ir beber café ao Rio de Janeiro, desfrutar das prais de Copacabana... Meu Deus,,, ai se me saisse o euro-milhões, kkkk

    Se calhar estou a sonhar e não fazia nada disso.
    .

    Deixo uma carícia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sílvia, sonhar faz bem à alma. Beijinhos

      Eliminar
  4. n trocava, mas que uns trocos a mais dava jeito, la isso dava :P

    ResponderEliminar
  5. Eu não sou ambiciosa 150 mil euros, chegavam... (porque não implica comprar casa).

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.