segunda-feira, agosto 08, 2011

Somente

Somente um sorriso, somente uma alegria no trabalho e ter o que se por na mesa, somente o amor... Somente...
Coisas aparentemente dificéis/facéis mas é a luta diária que nos move, é mais um dia que passou que achámos que íamos explodir e não explodimos, são essas as nossas pequenas vitórias.
(Topem bem a cor destas luvas, não são a minha cara?)




EU, NÃO PAREÇO, EU SOU.

2 comentários:

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.