sábado, agosto 13, 2011

Afinal...

O estado de saúde do meu pai está a assustar-me. Acabei agora um dia de afazeres que eram para ser feitos com ele e fi-lo sozinha. Porque ele não estava nada bem.
Nem vou entrar em pomenores, mas eu começo a ficar muito assustada... E vi a minha madrasta a deitar uma lágrima... Partiu-me o coração...
EU, NÃO PAREÇO, EU SOU.

5 comentários:

  1. Esperemos que não seja nada! Boa sorte! ;)

    ResponderEliminar
  2. As melhoras para ele força e coragem

    ResponderEliminar
  3. Espero que tudo corra pelo melhor. Vais ver que se resolve! Força!

    ResponderEliminar
  4. Obrigada ,mas não tens melhoras, é estabilizar e nem isso, hoje foi um dia péssimo para ele, para quem o rodeia... Enfim..

    ResponderEliminar
  5. Passei para te dar uma beijoca especial, tu sabes, essas coisas são bem difíceis =)

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.