terça-feira, março 01, 2016

Da Eutanásia

Sou a favor.
Acho que as pessoas merecem não ter dores horríveis e merecem decidir quando acabar com o sofrimento físico, pois para o psicológico, eu não apoio o suicídio, apoio o estudo aprofundado do mesmo e as formas de o evitar. Sou a favor de existir um sorriso quando sabem que a dor vai terminar, vi a minha avó ter dores horríveis quando os seus intestinos deram um nó, um dia, por engano tomei um dos seus analgésicos, a pensar que era para a dor de cabeça, (vivia com ela e tínhamos casa de banho para as duas) , vomitei todo o dia, tive náuseas, tonturas, fiquei pálida, tal não era a agressividade dos medicamentos.
Sou a favor da Eutanásia como sou a favor de por a dormir qualquer um dos meus animais se ouvir a frase " há tratamento mas é doloroso para o animal"...
Não, eu não sou a favor de tratamentos dolorosos, nem em humanos nem em animais.  O humano , na minha opinião pode escolher quando terminar o seu sofrimento, se for apenas isso que lhe resta.


Não sou superior, supero-me.

11 comentários:

  1. Cara R.M.: agradeço o seu comentário e como prometido não publiquei. Guardei o que me contou mas esse tipo de gente não me diz nada. No entanto agradeço a sua preocupação. Beijinho e continuação de boa semana.

    ResponderEliminar
  2. Muito bem. Concordo com todas as tuas palavras escritas! Parabéns

    Abraço
    http://prazeresecarinhossexuais.blogspot.pt/?zx=e7c3217bdcc84085

    Boa noite

    ResponderEliminar
  3. Ainda não consigo ter uma opinião formada...

    ResponderEliminar
  4. Obrigada João Pedro. Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Miss Moi, somos duas. Certas dores, são impossíveis...

    ResponderEliminar
  6. Vespinha, a minha está formada há muito... Mas não é fácil...

    ResponderEliminar
  7. Sou a favor... Mas s tiver que passar por isso com alguem que amo, vai doer :(

    ResponderEliminar
  8. Míuda: uma dor inevitável...

    ResponderEliminar
  9. Apesar de todas as questões éticas levantadas, tenho que ser a favor, não se pode coadunar com o sofrimento.

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.