sexta-feira, março 11, 2016

Até quando?



Até quando? Até quando a estupidez vai reinar e abafar os verdadeiros valores? É que, até lá, não contem comigo para cinismos. As pessoas devem justificações dos seus actos? Eu devo, ao meu pai e a quem partilha a vida comigo, quantas bufas dei, pois isso já é apenas da minha conta, quantos passos são de casa ao carro e que passos dou com quem partilho a vida?  My own business!



Metam-se na vida de cada um e não na vida de qualquer um. Porque eu não sou qualquer uma.


Eu é que mando na minha vida, em muita coisa....
O poder da Natureza é infinito. Eu sou Natural...

5 comentários:

  1. rsrsrs...só a lata...é incrível!

    ResponderEliminar
  2. Bale, a corda acaba. Bom fds

    ResponderEliminar
  3. O cansaço é um fator a ter em conta. Bom fim de semana. A última frase está fabulosa.

    ResponderEliminar
  4. Como gostava de te beijar assim, ao vivo e a cores...mas ok, enganei-me. Assumo que perdi a oportunidade.
    infelizmente...há coisas na vida que não tem retrocesso!
    Mas é bom continuar a beijar-te, ainda que virtualmente!
    Obrigado por o permitires.


    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.