sexta-feira, abril 08, 2011

Até que enfim...



Finalmente!
Tarde e a más horas, vi anunciada uma reportagem sobre os efeitos da crise na ALMA das pessoas. Há muito que eu escrevo aqui, que sim, as depressões, a criminalidade, o desespero, o suicídio, vão aumentar... QUANTO A MIM, o mal está em estarmos todos tão obcecados com o dinheiro, ou a sua ausência,  que perdemos afectos. Vou repetir-me: são convidados para um jantar, não podem ir pois não há dinheiro, ficam em casa, isolam-se, engordam ou emagrecem, corta-se na Tv por cabo, rouba-se a net wireless de alguém perto e estamos no limite. No limite de entrar em colpaso. Estar sentado num parque perto a conversar com alguém, custa dinheiro? Pois mas o "alguém" está ocupado com o desespero de não ter o que dar de comer aos filhos, outro já se matou (exagero?! não sei não), outro foge das dívidas, casas a leilão, regresso a casa dos pais. Sim, é um drama, sim é uma realidade má, feia e cruel. Mas, ó pessoas, pessoas a sério: abracem-se, sorriam para alguém em baixo, ajudem-se, porra! As emoções não se medem, não se esgotam, não custam dinheiro e podem salvar uma vida, podem salvar o dia de alguém.
Se a carteira está vazia, a ALMA tem que estar também?

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

15 comentários:

  1. Penso que é a primeira vez que entro em seu espaço. Gosto da forma que escreve e do formato do blogue. Fiquei muito emocionado com o que escreve neste post. Pois tens toda a razão e assino por baixo. Estarei sempre por cá para lêr teus belos postes. Vou ser seu seguidor, seja meu também em:

    transpondo-barreiras.blogspot.com
    congulolundo.blogspot.com
    minhalmaempoemas.blogspot.com
    queriaserselvagem.blogspot.com


    Um grande abraço e tudo de bom. Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  2. nao...
    essa é uma relação que não está intrinsecamente ligada...
    mas que quando se dá o colapso de ambas é uma destruição só :|

    ResponderEliminar
  3. Eu bem prefiro ter uma alma cheia do que a carteira cheia...

    ResponderEliminar
  4. Grande post pink!
    É mesmo isso: o desespero leva a desgraças como a que mencionei ontem no meu post e tu vens aqui lembrar que mesmo no fundo do poço podemos dar as mãos e lembrar que a alma enche sem pagar, os sorrisos não custam dinheiro e contagiam-se, os passeios a pé e conversa que confortam a alma são acessíveis a toda a gente, com mais ou menos corda ao pescoço. E ajudam a reagir melhor na medida do possível :x
    AMs não..... alguns chegam tão fundo e arrastam outros consigo.

    ResponderEliminar
  5. josé. obrigada e espero que goste mais vezes...

    ResponderEliminar
  6. hug: estaremos a assistir a esse colapso?

    ResponderEliminar
  7. Sonhadora: quem se gaba de ter a carteira vazia, quando se gaba, está a gozar com o país em que vive...

    ResponderEliminar
  8. Pusinko: estamps mesmo a ser submetidos a um grande teste...

    ResponderEliminar
  9. achas mesmo??
    eu penso que isso não deve estar a ser geral...

    ResponderEliminar
  10. Sugere um livro para a Caracolinha ler,pode ser?
    Obrigada e bom fim de semana~~~~

    ResponderEliminar
  11. Hug: mas será que a minoria consegue vingar?

    ResponderEliminar
  12. se essa minoria consegue ou não vingar eu não sei nem jamais irei saber...
    agora só sei que essa minoria pelo menos faz a diferença...

    ResponderEliminar
  13. Estou a dar uma vista de olhos por tudo o que publicaste enquanto estive ausente (estou a tentar voltar, vamos ver) e quero dizer-te que concordo plenamente com o que escreveste e que por aqui já se mataram alguns e por mais incrível que te pareça até um Padre. Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Brown, estamos cheias de novidades... Possa mulher! Beijoca

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.