domingo, novembro 07, 2010

Deste Senhor, também não me canso...



Porque amar, é de olhos fechados, de coração aberto, de alma exposta. Amar é triste, alegria, amar é sempre mas sempre forte.
O que seria a nossa vida da nossa vida sem batidas fortes?
Sem desgostos?
Sem alegrias?
E quem ou quê nos iria ensinar a amar, se não fossem as implicações do amor?


NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!

1 comentário:

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.