terça-feira, junho 21, 2011

Viva a loucura

Quando eu sei que atingi o auge da loucura é quando, numa noite, "dorme, não dorme, ai cruzes que estou estoirada", dei por mim a dormir e a sonhar que estava a falar "comigo" e a dizer: "Pronto, relaxa, já estás a dormir" e nisto acordei...
A minha bisavó sempre disse (e, curiosamente foi quando eu decidi estar 2 noites em branco a estudar), "A pessoa quando não dormindo, parece que ficar parva!"
Eu estou parva, estou... E danada, tenho muito soninho, quem é que me canta uma canção de embalar?

EU, NÃO PAREÇO, EU SOU.

7 comentários:

  1. Pink Poison

    Só te posso dár insónias, tenho para dar e vender...
    Fazemos negócio?

    ;)

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. É verdade, quanto menos dormimos amis parvos andamos.

    Quando inventarem a possibilidade de voice-blog arriscarei uma canção de embalar mas não garanto que te faça adormecer, pode é te arreliar e ficares mais umas noites em branco :)

    ResponderEliminar
  3. duas noits sem dormir ! CREDO

    ResponderEliminar
  4. Só se for ao ouvido,hehehehe,mas claro que canto ;o)

    beijos Magicos ;o)

    ResponderEliminar
  5. Martini, eu dou por tudo, dou-te o meu número e cantas-me ao telefone...

    ResponderEliminar
  6. Vanessa: e a trabalhar e a mudar de casa...
    Bem, emagreço.:)

    ResponderEliminar
  7. gandalf: não +es o Mago? Ajuda-me!!!

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.