segunda-feira, junho 06, 2011

Apesar de cansada

Ainda tive forças para sorrir quando vi, chuva e nuvens escuras... Ah... o fresquinho na cara... (primeiro dia do novo trabalho, ligações com o anterior, médico, fisioterapeuta (mando a conta ao filho da puta que me bateu aka o meu ex marido), e o pior: carregar caixotes, desce escada-enfia no carro-sobe escada, segue para o trabalho. Socorro!!! 
EU, NÃO PAREÇO, EU SOU.

7 comentários:

  1. Os fracos é que desistem! :D

    ResponderEliminar
  2. Todas essas coisas mantêm-te ocupada... o que é bom ;D

    ResponderEliminar
  3. Essa vida é uma caseira,hehehehe.

    beijokas ;o)

    ResponderEliminar
  4. Ai que conheço o discurso das caixas! Estou solidária! :p Força! :D

    ResponderEliminar
  5. Coragem... tudo tem um fim =)

    ResponderEliminar
  6. Quem é que me quer foder, humm??
    :))

    ResponderEliminar
  7. Já mudei várias vezes... custa.
    mas quando estamos de novo instalados respira-se melhor :)
    A Gaja anda fascinada desde que passou o pior, não é?

    Beiooo

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.