quarta-feira, março 21, 2018

Quem diz é quem é

Tu não conheces uma pessoa e como não tens mais que fazer , vitimizas-te com expressões como "o que é mais de espantar", fui profundamente lesada no meu trabalho desconhecido/dolce far niente e à falta de escrever mandas escrever por ti. Obrigada pelas gargalhadas, és tu! quem diz é quem é
E ainda cuspir em pratos onde já se comeu , acho muito feio e  um acto de extrema ingratidão.
O escárnio é sempre um tiro no escuro, nos pés, um pau de dois bicos e claro, uma idiotice. Mas como cada pessoa interpreta da sua forma, determinados factos que lhe são convenientes, vamos lá dar nome às coisas.
Mentira, verdade, não me recordo.
Fazer queixinhas? Não obrigada.




O poder da Natureza é infinito, eu sou natural.

5 comentários:

  1. Respostas
    1. Muito se reflecte mas poucos são os resultados, uma sociedade onde a moral é substituída por carácter (ou falta dele, sendo que isso é relativo)e a intromissão vista como um gesto altruísta.

      Eliminar
  2. Eu também.... sei que ingratidão é coisa muito triste!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é só a ingratidão mas também a vontade de brilhar com atitudes de crianças

      Eliminar
  3. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.