Absorve-me mas em várias fracções

terça-feira, 10 de abril de 2018

Do senso comum à realidade (erotismo e estupidez natural)

Não é a primeira vez que leio a opinião de algumas pessoas em relação a sexo onde possam existir palmadas. Palmadas essas que são apelidadas de "violência".

Essas pessoas só podem, na minha opinião, estar a passar por uma destas fases:

  • Não percebe nada de sexo e de alguém mata um mosquito na sua nádega, é violência, não contra animais mas contra essa pessoinha.

  • Não tem noção de que existem assuntos, não só a sexualidade, que devem ser abordados com alguma subtileza, dado que o mundo não gira à volta da sua sexualidade e "bardamerda" para os outros. ÁMEN( mais emogis, linguagem que detesto)

  • Está a pessoinha a necessitar de uns valentes tabefes na tromba e depois uma relação sexual com uma palmada , consentida, com limites impostos com o único objectivo de ter e dar prazer.

Então a ver se nos entendemos, não passem por ignorantes e pudicos da treta porque levam uma palmada que os excite  e não queiram, NÃO QUEIRAM MESMO, saber o que é violência.

Resultado de imagem para violência definição 

Resultado de imagem para violência sexual definição


O poder da Natureza é infinito, eu sou natural.

2 comentários:

  1. As palmadas ou outra coisa qualquer usada na prática BDSM nada tem a ver com violência.
    Violência é algo que só uma pessoa quer fazer contra a vontade do outro. As palmadinhas, dentadas, chicotes, algemas, cordas, ou outro qualquer artefacto, é usado como forma de excitação sexual de ambos e nada tem a ver com violência. Nada mesmo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem dito, infelizmente as púdicas acham que é violência.
      Beijinhho

      Eliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade.Nietzsche
Deixa aqui algum bálsamo