sexta-feira, agosto 12, 2016

Trocar um suicídio

Há uns tempos li um artigo acerca de um lado da internet onde tudo se encomenda, tudo! E mais pormenores não dou, porque não estaria a ser correta. Pois num site de trocas, vejo para troca a droga mais eficaz e indolor para cometer suicídio. Denunciei no botão que diz "denunciar"... nada. Aquilo lá está.
Se um deprimido (para não referir outros grupos) troca aquilo por um I phone, uma coisa de valor... Eu tentei entrar em contacto, na verdade são vendas.
Não olhem para o que os vossos filhos fazem na net e depois queixem-se.

O que quero, quando eu quero, aceitas?

6 comentários:

  1. A internet é um mundo muito perigoso e infelizmente não há forma de inspeccionar o que se publica, troca, vende, etc... cabe a cada um comprar ou não!
    Claro que há pessoas que por diversos factores não têm capacidade para distinguir o correto do errado. Os pais nem sempre conseguem acompanhar os filhos nas pesquisas que fazem, cabe-lhes apenas dar educação e ensinar o correto e o incorrecto!

    ResponderEliminar
  2. A net é um poço sem fundo... tantos perigos que seria fastidioso enumerá-los. Sem dúvida que todo o cuidado será sempre pouco.

    Beijuuuuuuuuuuuuuuuu

    ResponderEliminar
  3. É realmente muito preocupante! Sabendo nós que, os jovens passam noites inteiras na Internet. Sabemos lá o que fazem. Mas acontecem muitas cenas tristes à custa na net, é uma verdade.

    Beijos

    Prazeres e Carinhos Sexuais

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando essas noites se transformam numa zona de conforto... Muito preocupante mesmo!

      Eliminar
  4. Estupefacto. Nem sei que diga...
    Lucas

    ResponderEliminar
  5. Amiga Pink.....
    Pois é isso o gênero humano. Que pega uma coisa tão boa como a net, onde deveria fluir, amor, gratidão, conhecimento, informação, crescimento profissional e pessoal.... mensagens de paz e amor sem fronteiras...!!! E a transforma numa coisa horripilante!!!
    Quanto mais sábio o homem fica, mais ele transcende os animais!!!

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.