quarta-feira, agosto 03, 2016

Céu em forma de homem






O que quero, quando eu quero, aceitas?

3 comentários:

  1. Me gusta tu "presença" en my blog. retorna, es tu casa!
    Un beso

    ResponderEliminar
  2. Muitos homens não entendem isto, e como é tão simples, e é uma pena...

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.