sexta-feira, setembro 02, 2016

Ele fala com o rio

Se a tua alma é o meu cálice que seja então por onde bebo. Esta será a minha religião. A minha roupa? Visto-me do que tu me dizes, alimento-me do que vivemos e respiro quando o silêncio entre nós não é desconfortável.
Murmuras algo.
Repetes e sorris.
Não percebo.
Sorris novamente.
Dizes-me que amas-me como Pessoa amava a sua escrita. Que és o meu Livro do Desassossego e eu sou a tua inspiração. Alimentas um gato de rua e voltas a sorrir, sentes cheio e gritas ao rio, como se o rio te entendesse: "Eu quero-a!". Chegas a um recanto do nosso amor e tomas-me...






SOU ÚNICA, o mundo está cheio de cópias..

8 comentários:

  1. Simplesmente brilhante, darling! Que categoria! :D Adorei!

    ResponderEliminar
  2. Anónimo2/9/16 12:11

    Não sabia nem fazia ideia, mas, há mulheres que fazem coisas por um homem nunca antes sequer concebidas por mim...embora sejas muito descabida e faças muita contra psicologia, dá para perceber porquê...é uma coisa um bocado Freudiana as projecções que fazes nos outros, dá para perceber as tuas dores...és engraçada, tens piada, és inteligente e ajudas a alegrar os meus dias, bem como me trazes inspiração para outras "coisas" da minha vida...sei que a tua vida é a escrita e a "internet", acho que, por vezes, poderias promover mais aquilo em que acreditas e aquilo que queres para ti, em vez de promoveres coisas que não queres para ti mas que não te importas que os outros vão atrás delas para teu lucro ou raiva acumulada.

    Continuas querida, mas que és completamente doida, és...e és também muito muito nervosa e raivosa. Mas quem não te conheça que te compre...rsrsrsr

    Só acho que devias tentar ser mais feliz e tentar fazer as pessoas mais felizes, ias ser muito mais feliz não mergulhando nesse frenesim de energia negativa que te consome. Sê feliz, e relaxa :)

    ResponderEliminar
  3. Prosa lírica...deixas vaguear o pensamento através da beleza das palavras. Achei um tema lindo e a imagem deslumbrante

    Bjuuuuuuuuuuuuuu

    ResponderEliminar
  4. o meu post preferido desde que aqui venho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também tens que ir "mais abaixooooooooooooo" ihihih

      Eliminar
    2. e abaixo eu vou!!!!! e acima volto mais tarde

      Eliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.