segunda-feira, dezembro 21, 2015

Eu em 2015

1. Deixei de falar com uma pessoa que me faz comichão no coração mas voltei a falar com essa pessoa de quem gosto muito embora seja apenas em mail e  do blog, pontualmente via telefone

2. Senti muitas saudades dos meus laços de sangue

3. Não gritei com ninguém mas disse umas belas bacoradas

4. Dei um pontapé de arranque a uns projectos

5. Fiquei ainda com mais certezas de que o amo.


Não sou superior, supero-me.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.