terça-feira, novembro 10, 2015

mexe em mim

 Mexe.
Mexe aqui.
Mexe em mim. Tortura-me com a doçura das tuas palavras, com a delicadeza dos teus dedos com o sorriso que rasgas em mim.
Mexe na minha essência, mistura-te com ela, supera-a mas abana-me...
Lidera o meu olhar, dilata as minhas pupilas e contrai o meu peito. Respira comigo e leva-me contigo. Mexe em mim, mexe na minha existência, não me domines, deixa que o teu mexer flua em mim, deixa-me fluir em ti. Sem nada que nos impeça, aprenderemos que o pouco se torna muito desde que nos tenhamos um ao outro e amor ao próximo.
Mexemos nos outros... Eu mexo contigo?


Não sou superior, supero-me.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.