sexta-feira, setembro 09, 2011

Ia sendo

Ontem, uma besta com duas pernas e braços, estava aos berros com a minha senhoria, com idade para ser mãe dele e avó das suas crias. Mas eram aqueles gritos que incomodavam mais pela proximidade física. Bem, pus o braço à frente da senhora e disse para manterem a calma que fosse o que fosse podia ser resolvido com calma e sem espectáculo de rua...
(Eu?, hum? estou mesmo a crescer)
O tipo mandou-me ir para casa...
aiiiiiiiiiiiiiiiiii... "Desculpe mas eu só saio daqui quando a minha senhoria e amiga estiver naquilo que eu considero segurança"
"Ah e tal oinc, oinc, eu não a conheço"
Sorri e disse. "E quer? Não queira, então temos que ser sensatos"
Vim para casa, continuavam aos gritos, fui ao prédio e desta vez berrei: "EU ESTOU NA MINHA CASA, EXIGO SOSSEGO UMA VEZ QUE NÃO IMPORTUNO A VIDA DOS CONDÓMINOS AQUI PRESENTES"
Calaram-se.
Sou tão boa! (ihihih)

Não sou superior, supero-me.

4 comentários:

  1. Estiveste muito bem!!

    Beijoooo

    ResponderEliminar
  2. Para a próxima dás-lhe uma chapada na tromba e mandas-o gritar com a mãezinha dele... isso é que era bom!!!!

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.