domingo, dezembro 05, 2010

Ler os mantras

Este é um candeeiro que o meu rico paizinho tem, roda e, para quem sabe a língua, ali estão os Mantra(s), o candeeiro vai rodando e eu vou aprender sanscrito, pois a única palavra que sei é a minha tatuagem com o meu nome...
O dito candeeiro, dá um ar Zen até ao meu mau feitio...
NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!

9 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Pois deixa-me que te diga que o candeeiro é bem giro. Se bem que nem isto daria um ar zen ao meu mau feitio.:)

    ResponderEliminar
  3. Tenho que arranjar uma coisa dessas.

    ResponderEliminar
  4. À parte dos feitios, gosto do candeeiro pela originalidade.
    Óptimo feriado, abraços e supera-te...

    ResponderEliminar
  5. Inês; aviso que aquilo faz um barulhinho ao rodar...
    Tu não me digas que sabes ler sanscrito' :D

    ResponderEliminar
  6. Sara, (bem vinda), sim é giro mas o ar zem ao meu feitio é mesmo isso, um ar... O mau génio está lá... Beijoca

    ResponderEliminar
  7. Euaindamamo: também acho genial... A decoração da casa do meu progenitor é fantástica!

    Beijoca

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.