quarta-feira, junho 01, 2016

Dos diálogos:

No final do ano lectivo, em especial no mês de Maio, é um lufa-lufa de testes, trabalhos, testes no mesmo dia, testes à segunda preparados ao Domingo, testes da instituição para corrigir, reuniões...
merecia uma coisa destas
Costumo dizer: "Pessoal, muita calma nesta hora que chegou a altura em que nem eu já vos vosso ver nem vocês a mim!"

Ontem disse, em tom de despedida, a quem já passou e não precisa de explicações este ano: Bem, quero telefonemas ou mensagens de 2 em 2 semanas para sabermos umas das outras (isto para uma dupla de miúdas do 5.º ano que são BFF).
resposta: "Então mas não eras tu que não nos podias ver à frente e nós a ti?"

E assim se iniciou um belo discurso sobre a separação entre relação profissional e amizade...


 Dia da Criança, não da Criancinha (as minhas criancinhas não chumbaram, nem uma e viva eu!)

13 comentários:

  1. Isso é parte da relação profissional entre uma ótima professora e seus alunos...
    É sempre assim mocinha linda e doce.... a generosidade fala mais alto que tudo...
    Te adoro!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu te adoro e adora aquela gente que me faz a cabeça em água!

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Nau, uns queixam-se de não resposta , tu queixaste de rapidez! tu resolve-te homem!

      Eliminar
  3. Eu não estou me queixando ó pá....
    Estou admirado da rapidez da gaja.... será que ela dirige autos com essa rapidez??
    Será que ela faz "tudo" tão rápido assim???
    Beijos ó gaja!!!

    ResponderEliminar
  4. É mesmo assim; Um ano cheio de preocupações, nervos, e por vezes, coisas que se dizem, menos boas, mas no final, no final até se sentem as saudades.

    As crianças são o melhor do mundo. Gostei da postagem

    Obrigada pela visita

    Beijocas
    Estou por aqui-> Prazeres e Carinhos Sexuais

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hoje nem sei como me chamo com o dia da criança, provas ao mesmo tempo... Ufa...

      Eliminar
  5. Por vezes são lindos os diálogos que surgem do nada... por vozes de inocência.

    Bjuuuu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São do melhor e são amizades...

      Eliminar
  6. se nao chumbaram, ou sao mesmo bons alunos, ou ha uma boa professora :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou uma explicadora que faz de psicóloga, taxista, pastelaria, fotocopiadoras, onde se faz o buço de borla... Mas trabalham no duro. Beijinhos

      Eliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.