terça-feira, dezembro 21, 2010

Não vos desejo Feliz Natal

Não faz sentido para mim.
Desejo que, possam rever os que vos são queridos, que tenham, como todos os dias, comida na mesa, amor para dar, como todos os dias, saudades de quem está longe, como todos os dias, que estejam bem dentro das vossas circunstâncias... O ano novo, é mais um, mais um número na nossa vida... Que o vivam com forças para lutar como nos anos anteriores.

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!

11 comentários:

  1. Para além de subscrever o teu post retribuindo, este é um dos meus poemas preferidos do pessoa.
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. M. Obrigada... Ms peço.te um comenário mais profundo...

    Inês, Pessoa é o meu herói, já havia publicado este poema, e , talvez, seja também dos meus favoritos... Quanto ao Natal, que sejamos apenas como somos todos os dias, ou bons ou maus.
    Beijoca

    ResponderEliminar
  3. lol

    Mais profundo que tudo é complicado...:)

    Mas tens razão. Assim parece para o despacha e vira o disco.

    Também não queiras grandes discursos. Sermões não terás. Bom Natal não te desejo. Pela negativa não gosto de me exprimir.

    Que te posso dizer? Meteste Pessoa...Uma pessoa acanha-se...

    O que tu desejares...

    ResponderEliminar
  4. Desejo-te que, possas rever os que que te são amados, que tenhas como todos os dias e neste em especial, comida na mesa e muito amor para dar e receber...

    Bom natal... e muitas prendinhas...

    ResponderEliminar
  5. Subscrevo o teu texto, mas não propriamente o título do mesmo.
    Quanto ao ano novo, é como sempre a passagem de mais uma folha do calendário, nem percebo muito bem, a tamanha expectativa que lhe é atribuído todos os anos, mas enfim... deve ser porque dizem, que a esperança é a última a morrer.
    Para quem se sinta já morto/"cansado" de si e de tudo o que o rodeia" e sem perspectivas... matou antes a dita esperança.

    "Quanto ao Natal": É como o dia disto ou daquilo, que depois de passar já deixou de ser importante.
    Comungo desse cansaço da falta de valores, e que à falta deles se inventam dias para os enaltecer!

    Abraços e vive o agora como a única coisa que tens como certa.

    ResponderEliminar
  6. Este é o melhor e mais bonito post com desejos de Bom Natal que vi em toda a blogosfera.

    Para ti tudo de bom neste Natal e uma grande beijo.

    ResponderEliminar
  7. Rui, Obrigada... Vou fazer por isso...

    ResponderEliminar
  8. Euaindamamo: o que eu desejo, está num mail que te enviei...
    Beijo

    ResponderEliminar
  9. M: ok, pouco ou nada profundo, és sempre bem vindo!

    ResponderEliminar
  10. Vera, o melhor e mais bonito? UAU, só te posso dizer que foi de coração...
    beijoca

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.