domingo, junho 27, 2010

Tal como no filme


"A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira

como ela termina. Eu acho que o verdadeiro
ciclo da vida está todo de trás para a frente.
Nós deveríamos morrer primeiro e nos livrar
logo disso. Daí viver num asilo,até ser
chutado para fora de lá por estar muito novo.
Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar.
Então você trabalha 40 anos até ficar novo
o bastante para poder aproveitar sua
aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe
bastante álcool, faz festas e se prepara
para a faculdade. Você vai para o colégio, tem
várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma
responsabilidade, se torna um bebezinho de colo,
volta para o útero da mãe, passa seus últimos nove
meses de vida flutuando...

E termina tudo com um óptimo orgasmo!!!


Não seria perfeito?"


Charles Chaplin
NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!

4 comentários:

  1. LOOOOL... perfeito, obviamente! ;D

    Ainda assim, deixa-me dizer que eu devo estar a seguir esse "plano"... É que ainda não deixei de ser uma "criancinha"!... Pelo menos é o que dizem! Algo me diz que daki a nada volto a flutuar!! :D

    ResponderEliminar
  2. Já houve alguém que pegou nessa iseia: o estranho caso de Benjamin Button.

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.