sábado, junho 12, 2010

Dormir?

Cheguei a casa e parecia drogada... Dormi das 19:30 às 08:40...
Estou como nova, estou pronta para falar e ser ouvida e para daqui a 48 horas me sentir vitoriosa!


NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!

6 comentários:

  1. Quando estamos com o cérebro descansado as ideias fluem com mais clareza!
    Risos... sabemos o que nos faz bem e mal, mas pois nunca seguimos à risca!

    :D

    ResponderEliminar
  2. Eu às vezes tenho a sensaç
    ao que tu e eu temos uma história parecida ou então lês-me os pensamentos...

    ResponderEliminar
  3. Risos... sabes, eu leio muito as entrelinhas... provavelmente tem haver com psicologia... também sou muito observadora! Deve ser disso...
    Quanto ao mail, já não és a primeira que me fala/pede um mail para o blog e como tal, por estes diasirei criar. Portanto, das próxima vez que lá fores, com certeza terás o mail e ai envias.

    Beijos

    ResponderEliminar
  4. O meu poder de observação é nato e foi "limado" com a Sociologia, no entanto, comtinuo a achar que teremos algumas partes da história de vida semelhantes, entrelinhas, também foiuma coincidência mas há quem me leia e de seguida me envie um mail a fazer a sua interpretação. Só queria o teu mail para te enviar o meu selo.
    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Provavelmente teremos pontos em comum... mas segues-me à tão pouco tempo e já tens essa percepção?!
    Bom, quanto ao selo, obrigada! Já tenho postado no blog. A autora do selo já me tinha oferecido, mas obrigada mais uma vez pela lembrança! :D
    Mesmo assim quando tiver o mail e quiseres trocar alguma impressão, não te acanhes!

    :D

    ResponderEliminar
  6. Como te disse sou uma excelente observadora e não começo a seguir um blog sem antes achar que l tema/autora me interessa ou contribuirá para o meu conhecimento, li também alguns dos teus comentários, quer dizer, dos que te seguem, e percebi, entrelinhas que sim, teremos algo em comum... Jufas!

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.