sábado, setembro 24, 2016

Sentir a tua falta

 Sim, vou sentir a tua falta.
Falta de estares presente na minha cabeça, na minha escrita, e nas minhas piadas.

Nos sonhos acordada e quando tudo estava negro.
 Vou sentir sim tanto como quase sentia aquilo que escrevia, aliás como todos os textos que envolvem sentidos ou sentimentos.
Quase que estavas ali, a ler, a fazer, a sorrir.

 Vou sentir e seguir em frente com um sorriso nos lábios das palavras que te dediquei antes do muro cair. Exigia tempo mas sentia cada palavra nas minhas artérias.


SOU ÚNICA, o mundo está cheio de cópias..

7 comentários:

  1. no fundo, és uma romântica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto não tem nada que ver com amor! Beijoca

      Eliminar
  2. Já quantas vezes te despediste e quantas vezes disseste olá...e a diferença entre as duas coisas nunca foi nenhuma.

    Há coisas que nunca mudam. O que tu queres, é esse teu Amor assim, sem Amor.

    Sê feliz e deseja bem a toda a gente.

    A gente já sabe o que é que a casa gasta e com o que é que se pode contar...são muitos anos...fora o resto...

    Um dia, se fores capaz, apaixonas-te por alguém outra vez, e quando isso acontecer, faz por concretizar e não fiques a viver de fantasias, medos e ilusões. Trata-o bem, que o Amor é uma coisa boa e nem toda a gente te quer mal.

    Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apaixonar-me, muitas vezes. Amar: duas. E neste momento amo e sou amada e feliz. O problema das pessoas é pensarem que escrevo cronologicamente e, PIOR, PENSAREM QUE SÓ EXISTE UM TIPO DE AMOR... Não, podemos sentir falta de quem nos preenche a mente ou serei obrigada a pebsar 24/7 no Pinko? Isso é trabalho para a dona do blog duvidascorderosa e do emjeirodememoria, elas sim pensam em mim sempre...
      Não questionem, nem julguem o que desconhecem.

      O teu comentário podia ter sido um simpático: "Tudo passa" , frase feita mas que fica bem quando não sabemos o que realmente está aqui exposto!

      Eliminar
    2. emjeitodememoria*
      duvidas cor-de-rosa (sapo) as haters mais fofinhas

      Eliminar
  3. Pink... desabafe!!
    Só os envolvidos sabem o quanto dói a perda de alguém querido.. que essa perda seja temporária...!!
    Nada nessa vida - falando-se em amor- é definitivo!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era mais um grande e sincero respeito.

      Eliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.