Absorve-me mas em várias fracções

segunda-feira, 12 de outubro de 2020

Nem tudo é.

Estamos rodeados de estereótipos sobre como ser. Como  nos perdermos em boas energias. 

Será necessário? 

Não é sobre correr de forma louca mas sim de correr de forma livre, não é a bebida mas a bebida que elegemos para nos embriagar. Trata-se de chorar e não esconder as lágrimas, porque todos choramos... Não é ir mesmo com medo, tratar o medo e depois ir. Adormecer de coração partido, acordar à procura de algum conforto, dorido mas livre. Nem tudo é sobre aparências, não sabes ter uma atitude na cama, de nada serve um corpinho top model ou de 20 anos. Precisamos saber onde está o nosso conforto, saber quando podemos arriscar... Cair em queda livre para as nossas certezas, fugir das incertezas. Absorver alguns bons concelhos de quem sabe, na bloga tenho pessoas que considero sábias: o meu soulmate , 

A São rosas e seu funcionário , 

 meu amigo wolf

Amar depois de nos amarmos,  mandar uma queca das boas depois de intimidade, de nos observarem e gostarem, de sermos gente de sorrir com os olhos, de aceitar, mesmo não compreendendo.

Nem tudo é o que os vossos olhos interpretam.



 

 

Pink Poison(ver ©COPYRIGHT)

7 comentários:

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade.Nietzsche
Deixa aqui algum bálsamo.