quinta-feira, abril 02, 2015

Do meu pai

Desde que o meu pai se meteu "naqueles esquemas de não pagar nada da Meo", instalou-se o caos! Eu, Vodafone, dou-lhe um toque. Ele liga.
Hoje escorregou-lhe o dedo e gastou-me saldo, como pode?
"ah, espera eu desligo"
"está bem, eu espero"

E CONTINUO À ESPERA .... 

Não sou superior, supero-me.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.