sábado, abril 04, 2015

Cada vez mais nova

Sinto-me mais nova quando chego do Algarve: o meu pai, está cada vez mais "pai", a madrasta, não há abracinho mais genuíno como aquele e  tirei fotos mas toda a gente conhece as paisagens do Algarve e eu não mostro a minha família, fica uma do meu cão à partida para a aventura com o título: As 50 trombas de
Tweet"

Não sou superior, supero-me.

1 comentário:

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.