terça-feira, janeiro 17, 2017

Da escrita

 Pegava numa folha branca e começava a escrever. Era um mistério. Na folha apareciam frases que ele não sabia de onde vinham, cujo sentido reconhecia com espanto. Quando acabava estendia-se sobre a cama onde se abandonava a uma alheia satisfação. Esse estado confundia-se com sonhos e acabava por adormecer.
Pedro Paixão


Por Black Angel  aqui

Existem pessoas que, para escreverem um texto precisam de horas e horas e muitas vezes pagam a alguém para o fazer.Desde muito pequena, desde a escola primária que me habituei a escrever cartas, na adolescência, escrevia cartas ao meu melhor amigo em forma de diário. E foi num exame de faculdade que um professor , amigo de Pedro Paixão, me pediu "coisas minhas".
Acabei por lhe dar um texto escrito quando tinha 15 anos e a verdade é a seguinte: podem não gostar do que eu escrevo, podem achar que eu me acho uma escritora, eu escrevo. Gosto. Para mim faz sentido e fez muito mais sentido quando descobri Pedro Paixão. Eu enquanto explicava uma matéria de Ciências escrevi um texto de 5 linhas para um adolescente concorrer a um evento na escola, escrevi num guardanapo, porque queria mesmo acabar a matéria e ele ganhou o 1.º prémio.
Zita Zeabra siz que não tenho introdução, as haters dizem que ponho muitas vírgulas.   Será que quem critica sabe o que é estar no meio de uma multidão e ouvir uma palavra que desenvolve um texto vindo do coração, da vida, de emoções com 30 linhas?
Cada um escreve como se sente mais confortável como diria o poeta : " A escrita é a prova de que a vida não é suficiente"




Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

4 comentários:

  1. A escrita é sem dúvida um escape e uma portinha para a nossa alma! =)
    Beijinhos,
    http://chicana.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um escape que nos distancia do mundo...

      Eliminar
  2. escreve. escreve sempre e sempre em segredo, dentro de ti e dentro de todos o que te sofrem ou te amam. escrever não é uma caneta de tinta preta, nem um teclado de computador. a escrita é a voz, a escrita é onde foste feliz e onde morreste tanto. a escrita é quando não conhecias a palavra escrita e essa forma de dizer escrita foi esculpida nos sentidos de seesr quem eras.
    beijo

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.