domingo, outubro 02, 2016

Apenas tu

Numa casa enorme cheia de amigos, recebo a indicação de que havias chegado.
Um frio percorreu o meu corpo, nunca estive nervosa mas pedi desculpa aos convidados, que eram amigos e desconfiavam, e fui para uma divisão afastada onde te sabia à minha espera.
Não eras tudo, nem nada do que imaginava.
 Eras tu.
 Imediatamente me disseste que tinhas tempo contado, pedi-te para arranjares forma de contornar isso, conseguiste...  à noite apanhaste-me a pensar em ti, enquanto todos dormiam...
O que fizemos a seguir foi tudo o que não dizes fazer ou gostar, foi tudo o que eu digo fazer e gostar, entraste no meu mundo e adoraste.
Não vamos ter saudades.
Vamos foder antes disso, nadar na piscina aquecida antes disso, enroscarmo-nos um no outro a saborear um bom vinho, ou até a dançar e rir como duas crianças que se sentem seguras ... num mundo cor-de-rosa, ou seja, o meu.





Sou a Pink Poison e sou única, cópias, existem imensas...

4 comentários:

  1. Belo momento cor....de pele ;)

    beijo bom

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero sonhar com a casa grande esta noite... Beijos

      Eliminar
  2. Hummmm... e eu queria ser o sortudo para povoar esse sonho!!!!
    Pena que nem de longe possa ser eu!!!
    Fazer o que?????

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.