quarta-feira, maio 22, 2013

Porque amam os poetas

Poetas que amam.
Expressam o amor de forma intensa, sugam as nossas pupilas para lermos os seus sentimentos.
O amor de um poeta é expressado como a Natureza; surge, é descrito como algo da ALMA, puro e sincero... Assim como um Bob Dylan sem qualquer pretensão em ter a voz perfeita canta "lay lady lay", como os dj's improvisam numa rave, a vida sente-se no outro, não há fronteiras para nos expressarmos
Porque amam os poetas? Porque todos amamos mas os poetas, esses, catalogados como viciados em ópio, sexo, suicidas, "esquisitos"... Esses, são os que não temem expressar-se...

Não sou superior, supero-me.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.