sábado, julho 28, 2012

DiabLo e and AngeLs

Deste alguma ao céu mas tens a alma comprada, nada existe a fazer... A voz do rapaz ouve-se mas nada se pode fazer por que o Diabo tem a alma, Tem coragem, tem alma, vazia, oca, cheia de vazio quente e vermelho e vozes de anjo que o tentam de mover da vida não tem. respirtar o ar que não respira...
Como um beijo do céu que se espera para se salvar do Inferno, tambores no cèu, vozes dos anjos.
Sugam-te.
Puxam-te.
Quebras?
Saltas?
Quem te puxa?
Quem te segura?
Serás borderline, serás amante de ti, daquela que pensas amar ou será daquela que pensar odiar, ou será que apenas amas?
Nunca páres de respirar.
Nunca páres de dançar quando te o Diabo te chamar, nunca páres de teres sorrisos irónicos quando os anjos te chamarem, cuidado pois estás no meio termo.
Local estranho como o Triângulo das Bermudas, onde alguém, algo te diz: "I'll see you", estando no meio termo, estás com os pés no fio da navalha, de que adianta?
Faz.
Grita o mais alto que puderes.
Corre o mais depressa que puderes.

Não tens alma mas tens um corpo. Ri-te de tudo e de todos.

Não sou superior, supero-me.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.