terça-feira, junho 05, 2012

Se...

De uma batida nasce uma emoção. Porque as emoções não se medem, surgem a qualquer momento. Porque do alto do meu palco existem cadeiras com espaços vazios.
Espaços vazios por preencher e não quero espaços vazios, sempre que algo desaparece, surge uma outra coisa que nos preenche.
Grande dúvida...
Não podem coexistir?
Não se pode misturar uma vivência sem probelmas com uma tumultuosa?
Não.
Não dá.
Julga-se.
Perde-se.
Perdem todos.
Se eu fosse um homem, queria ser da mesma forma.
Se eu mandasse, acabava com o Mundo e criava um novo, daqueles que se sonham acordados quando se está a dormecer...

Não sou superior, supero-me.

2 comentários:

  1. Eu também gostaria de viver em outro mundo que não este, mas infelizmente é neste que tenho que viver e lutar...

    ResponderEliminar
  2. Martini, sou uma inconformada é o que é... Bjs

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.