quinta-feira, abril 11, 2013

About time

Cai na noite como os anjos te mandam... Os anjos que não meros soldados de uma entidade que desconheço mas que da qual ouço falar, atira-te para o som de uma guitarra se é o teu sonho, inscreve-te num curso de curso qualquer, sonha e realiza, porque os sonhos não existem para ficarem guardados numa gaveta...
É o campeonato da vida, perdão, é o desafio da vida, aceitas ou ficas de braços cruzados?
Luta
ama
grita
esperneia
desparece
aparece depois
ama-te
gosta-te
No fim, não tens um abraço meu, estou no mesmo barco mas o meu é cor de rosa... Vou atirar-me para um Lancia Integrale e se for necessário morro nele, feliz, a fazer o que gosto.


Não sou superior, supero-me.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.