sábado, fevereiro 18, 2012

Os outros é que andam devagar

Costumo dizer que, embora incompreendida  e catalogada como uma pessoa refilona... Penso que é como no trânsito, os outros andam devagar demais. Quem não me compreende, tem, quanto a mim, o grave defeito de estar moldado à sociedade e seus pré-conceitos-. Quem me aceita, me ama, me diz que sim poderia ser menos ito ou aquilo mas com carinho, tem o dom de ser especial no meu coração

Não sou superior, supero-me.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.