quinta-feira, junho 08, 2017

De todos os amores do mundo

Aquele era o melhor, porque vinha de mim. O nosso é sempre especial, o nosso homem é sempre o único, o mais bonito, aquele que se encaixa perfeitamente em nós, não há mais ninguém no mundo que seja igual a "ele".
Na minha opinião, o amor e a amizade (quando não é paranóia) devem estar lado a lado, não serão os sentimentos que mais ternura, carinho e entre-ajuda geram entre pessoas? 
Um olhar que diz: "mata" e outro que diz "já esfolei", também é único. Estes pequenos grandes tesouros são os que vão connosco para a eternidade,o resto? O resto que se dane.



Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.