segunda-feira, agosto 28, 2017

Para ti que andaste metade da minha vida a crescer comigo

Hoje dormi pouco. nesse pouco sonhei contigo.
Percebi que tenho mais falta de ti do que penso,mentalizo-me de que o tivemos um dia nunca mais acontece e pergunto-me se estou certa. Não foram 2 dias, dois anos , foram 2 décadas de tanta coisa. 
Quero acreditar que ainda te conheço como a palma da minha mão. Quero que acredites que ainda sou aquela que larga tudo e vai onde tu estiveres para te confortar como sempre o fiz.O Pinko sabe tanta história nossa, na verdade todos pensam saber tudo mas só nós sabemos o que era sermos o que éramos.



Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

Boa semana ;)))

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

domingo, agosto 27, 2017

Not Trump, dear

As redes sociais e as novas tecnologias são hoje apontadas como as culpadas de não existirem crianças na rua sentadas à noite no Verão, como eu tive a sorte de pertencer a um grupo que dizia "vou para a rua" e era tudo tão fácil...
Hoje, obrigam os putos a saírem, quando antes estiveram a actualizar todas as redes sociais, a ser heróis atrás do monitor, a divagar num blog, a enviar mails necessários ou completamente falsos e desnecessários...
Se somos racionais, somos então capazes de retirar o melhor da WWW. Fazer campanhas, doações,proteger animais, defender causas, fazer alertas verdadeiros, mostrar capacidades e , muito importante, limitar o tempo. Sou daquelas que a partir das 21 não vem à net, ou raramente o faz, ao contrário dos outros, acredito que uma boa máquina fotográfica não está no telefone. 
Uso a minha para fotografar números de telefone que vejo na rua e que me podem fazer falta, horários, referências de contas, e faço alguns prints. 
Demorei algum tempo a registar-me no face e continuo a preferir o blog mas cada um faz uso das redes sociais como quer. Não queiram não estar preparados para as críticas, como diz o Dj Tiesto: "Não leias maus comentários, fazes uma pessoa irritar-se mas fazes 100 felizes"...
Como eu não sou o Tiesto, nem uso (agora)o twitter e não tenho assessores como o Trump... 
hello filtros do gmail!
Hello bloqueios!
Hello app de bloqueio de chamadas!

 






Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...
Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

sábado, agosto 26, 2017

Pedro Paixão


Ando cada vez mais intrigado com o lugar para onde vão as coisas que vivemos. Deve por certo haver algures algum registo, um filme detalhado. Que isto não é só isto, senão bastava-se. O meu pai, por exemplo, continua a viver em mim. O que mostra bem a imortalidade das almas. O que eu não percebi talvez fosse para não ser percebido. O que vivi talvez fosse para não ter sido vivido. O que matei levo-o comigo fechado dentro de um saco. Sem poder ter a certeza. Se a tivesse dava-a de bom gosto a quem ma pedisse. Eu não nasci assim louco. Eu lentamente adoeci.
É urgente elevar a pessoa à posição do espanto. É daí que se abre o mundo. Qualquer coisa possui em si o mistério de tudo e a nossa distância vai daqui para ali, e volta. Há uma frase por escrever da qual esqueci as palavras e a gramática. Uma frase que junte coisas separadas, as nuvens e as suas sombras, animais fabulosos a sensíveis plantas, breves recados a fatais desenlaces. Uma frase é um laço apertado por um verbo. Eu conjugo verbos como quem se encontra diante de um precipício. É a morte por todo o lado espelhada que me faz escrever a frase. Entretanto deparo diante de mim com uma parede falsa. Os meus olhos escondem tudo o que descobrem por detrás dela. Uma parede não basta para fazer uma casa. Uma casa é uma concha. Uma concha é uma casa. Uma concha abre-se como uma porta. Uma porta que conduz de uma prisão a outra. Há uma prisão inexpugnável. Eu nunca serei tu. Deve ser esta a frase que pedia para ser escrita aguardando pacientemente. Mas quem saberá a verdade se o que nos aproxima é o que nos mantém afastados? Em primeiro lugar o geométrico espaço, em segundo o tempo que nunca se atrasa. É assim, sempre assim. Prosseguimos de segredo em segredo as mãos atadas à cabeça. Foi sempre assim estar aqui, nesta existência extrema
 
(É preciso elevar a pessoa ao lugar do espanto - Pedro Paixão)
 
 
 

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

xxx

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...



Estar na praia ao fim do dia é aquele meio termo em que ainda é de dia e já alguém pinta os lábios para a noite.

quarta-feira, agosto 23, 2017

Cala-me

... com os teus lábios
direcciona-me com a tua mão e não me deixes cair.



Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

terça-feira, agosto 22, 2017

Este calor

Não é bom para roupa preta, deixa-me só tirar a roupa ok? 

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

safira_2


safira_2 eh pá, que pena, vão te bloquear os números,ou espalhar os mesmos, deram-me o ip e pronto... Daqui a uns dias terei toda a informação... 
Isto quando se é burro, é mesmo burro.



Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

Bom dia

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

sábado, agosto 19, 2017

Hot




Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

amigo...(letra pequena) afinal o love e afinal o amor do teu amor e do apaixonado

do blog afinal o love não sei das quantas... todos os dias com proxy?
Eh homem, vá de féris 15 dias, relaxe.
Veja lá que hoje em dia mais vale ter ip dinâmico do que um proxy.
E tirar-me da lista de blogs que lê?
Ah, é fã?
Baralhado mas fã!





Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

Casa minha casa

Albufeira
Família
Sossego
Velhas caras conhecidas.
Quando vos visito sem os turistas aí? Os portugueses , aqueles que pedem empréstimos para as férias, que alugam um T1 para 8 pessoas.
Em Setembro quem aí vai são pessoas com educação e sabem estar.
Os locais adoram a diferença entre dia 31 de Agosto e dia 1 de Setembro. 

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

Podia ter sido eu a escrever...



"Deparo-me todos os dias com idiotas que não cumprem nenhum dos requisitos e no entanto vendem a alma com opiniões e frases bonitas de maneira a ficarem bem na foto. A estes quando posso acerto-lhes o passo fisicamente porque posso e porque me apetece começar a limpar o esterco (tem de se começar por algum lado certo?). Depois as frases feitas (vulgo clichés) são espetaculares mas só funcionarão em seres acéfalos, que bem vistas as coisas, se já o são, porquê se gastam palavras? É por estas e por outras que sou único, cometi as minhas falhas e aprendi com os meus erros. Sou implacável com a burrice e ainda menos misericordioso com a burrice disfarçada. Todos temos uma besta dentro de nós, cabe a quem sabe e pode, mantê-la controlada...."

 (autor anónimo, encontrei no face)
Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

quinta-feira, agosto 17, 2017

Dos incêndios

Em 2003, todo o Algarve ardia, o concelho onde os meus avós ainda viviam safava-se. 
Eu trabalha de dia e noite, à noite aquele monte é assustador com o vento e as enormes árvores... A minha avó foi hospitalizada, o meu avô faleceu e eu sozinha... 
O meu pai havia meses antes limpo o mato, haviam mangueiras prontas a molhar o terreno mas porra, eu dormia com um olho aberto e outro fechado. 
Depois comprei , com o ex, casa na zona de Lisboa e havia um incêndio a 10 km, e eu pensei, "porra, vou ficar sem nada" e o ex na Alemanha... 
Este fim de semana há alerta máximo, incluindo a minha zona no Algarve, hoje acordei com um tremor de terra, em Espanha houve uma catástrofe...
Eh pá DEUS? (desculpa pai)
Onde? 
Porra.





Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

O monitor

Poucas são as pessoas que admitem dizer o que escrevem atrás de um monitor, na cara do receptor da mensagem. Aos que não pensam que um dia serão confrontados com isso cara a cara, só posso dizer que são uns merdas. Uns amores, eu diria.
O monitor não é o muro de Berlim, e até esse caiu e se as tecnologias estão cada vez mais avançadas, também estão as leis que protegem os seus utilizadores e as forças policiais recebem cada vez mais formação e criam mais departamentos para as burlas, ameaças, exposição de dados e afins. 
Gostava que fosse criado um artigo para aqueles ofendem, ameaçam , julgam, gozam e depois dizem , nunca me apanhas, eu nunca digo quem sou ... Assim de repente lembro-me de duas otárias... 
Mas a tecnologia vai avançando e não é à toa que o meu advogado me pediu os códigos técnicos de alguns mails. Siga a procissão.

 

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

Bom dia

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

quarta-feira, agosto 16, 2017

Não vales nada

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

Cheguei a conclusão Que tu nem tens noção Mais vale um sábio louco Do que um burro sem razão Tens sempre opinião Queres sempre ter razão Só não esqueças que o mundo Gira noutra direcção 
 Cansei de te explicar Mas tu não queres aprender Não queres dar o braço Pra não torcer Mas queres me abraçar 
Não dá para entender Acho que não tens ideia Que o teu castelo é de areia Nunca aprendes a lição 
Vives num mundo de ilusão 
 E agora sou eu Quem não quer saber Ahh ahh ahh Ah ahh ahhhh Podes me ofender Que eu não quero saber Ahh ahh ahh Ah ahh ahhhh 
E até de óculos escuros Consigo ver

Amorteuamor

Casada e mais de 10 anos atrás de um gajo? 
Oh burra não te cansaste? Tu que dizes ser A. Braga , és assim tão otária que mais de 10 anos a ignorar o teu marido e agora emprenhaste dele (dizes tu) para quê?
É pedir muito saber por que motivo afirmas que eu estou sozinha? 




Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

Bom dia

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

Bom dia



Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

segunda-feira, agosto 14, 2017

O pinko e a cozinha

O Pinko, não é uma "gaja cheia de nove-horas", ontem cozinhou  potas e, aproveitou enquanto aquilo cozinhava lavou a loiça.
Aquele morenaço de quase 2 metros ainda está a trabalhar a partir de casa.
Como cada um pratica um seu desporto, são muitas as escolhas inteligentes, em especial no completo manacial de todo o tipo de utensílios para cozinhar, dado que os talheres usam-se para a refeição, pelo menos nesta casa.
Cá em casa ninguém concorda com máquinas de lavar loiça e o meu homem não sente a falta da máquina da mãe.
Resumindo: uns servem, outros não.
Tal como no Algarve; em Agosto vai toda a gente.Em Setembro vão os que realmente apreciam o Algarve,




Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

Boa semana



Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

sexta-feira, agosto 11, 2017





 Nunca te oferecias. Era preciso ir buscar-te aos lugares mais secretos e depois do prazer batias-me com violência no peito. Estou a ver-te, desastrada, a jogar à bola na praia junto ao mar que te louvava. Estou a sentir a tua pele muito quente por debaixo do vestido tecido de linho, o meu favorito. Estou a olhar para os teus jeans colados às tuas esguias pernas que fechavas e abrias ouvindo aventuras que adoravas. Tive de inventar a fotografia para te capturar em imagens interditas. Para que fosses por fim minha. Tenho de ir já tomar um ansiolítico. A tua ausência, pelos vistos, ainda me sufoca.
 Pedro Paixão

Os ansiolitícos não fazem passar essa sensação...

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

quarta-feira, agosto 09, 2017

Não faças nada

Não faças nada, não toques em nada .Em nada te transformes, tenho medo que adores o negro da solidão, os pensamentos mórbidos e teria ainda mais pena se te adorassem por isso. Espera que eu chegue. Uma simples mortal, que , contigo te dará um sorriso e te fará gemer de prazer, sorrir de divertimento e ninguém mais importa. Espera sentir o meu toque, o meu cheiro, o meu gemido perto do teu ouvido, apertar o teu troco contra mim e dizer-te que és a a única maravilha que conheço.



Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

lost

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

sábado, agosto 05, 2017

Alma

Da tua alma

Deste alguma ao céu mas tens a alma comprada, nada existe a fazer... A voz do rapaz ouve-se mas nada se pode fazer por que o Diabo tem a alma, Tem coragem, tem alma, vazia, oca, cheia de vazio quente e vermelho e vozes de anjo que o tentam de mover da vida não tem. respirar o ar que não respira... 
Como um beijo do céu que se espera para se salvar do Inferno, tambores no céu, vozes dos anjos.
Sugam-te.
Puxam-te.
Quebras? 
Saltas?
Quem te puxa?
Quem te segura?
Serás borderline, serás amante de ti, daquela que pensas amar ou será daquela que pensar odiar, ou será que apenas amas?
Nunca pares de respirar.
Nunca pares de dançar quando te o Diabo te chamar, nunca pares de teres sorrisos irónicos quando os anjos te chamarem, cuidado pois estás no meio termo.
Local estranho como o Triângulo das Bermudas, onde alguém, algo te diz: "I'll see you", estando no meio termo, estás com os pés no fio da navalha, de que adianta? 
Faz.
Grita o mais alto que puderes.
Corre o mais depressa que puderes.




Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

Para quem aprecia carros

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me... TOPEM A FORÇA DESTE LANCIA!!!

Bom dia

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

sexta-feira, agosto 04, 2017

Perspectivas



       Raquete de ténis da melhor marca deste desporto

Para espancar turistas idiotas: o dedo do meio e um sorriso




Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

jeff Mills sempre bom de se ouvir...

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

quinta-feira, agosto 03, 2017

Li agora

"Antes de dormir, diga Obrigada."
às dores musculares?
à pressão que é o que se passa no momento?
A única coisa que em faz rir são os que se fazem de turista 5 estrelas no meu Algarve e nunca vão conhecer aqueles recantos tão meus... 

Valham-me os santinhos protectores dos dementes do Irão! 
Obrigadinho e saudinha






Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

Dança Russa

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...